Postagens populares

sábado, 17 de março de 2012

Método (Auto)Biográfico – algumas possibilidades de pesquisa

       No encontro de Estudos do GHEDA, que será realizado no dia 21/03/2012, apresentaremos, ainda que sumariamente, algumas perspectivas de pesquisa a partir do Método (Auto)Biográfico, nomenclatura genérica que designa um conjunto de métodos e técnicas de pesquisa de diversas áreas do conhecimento e tem como objeto de estudo a experiência do humano e suas relações sócio-histórico-culturais.

     Limitamo-nos a explicitar conceitos, aproximações e diferenças entre as pesquisas do tipo autobiográfica, biográfica, narrativas de vida e história oral.

     Tendo-se como referência de análise a Literatura, caracterizamos a Autobiografia pela produção escrita do sujeito sobre si e a Biografia por trazer a presença de outro sujeito, que recolhe e trata as informações. Ambas apoiam-se na escrita como referência de registro das informações.

      As pesquisas do tipo Narrativas de Vida tem sua origem científica na Sociologia. Apresenta seu foco para aspectos da vida de uma pessoa ou grupo de pessoas, relativo a uma prática social. A narrativa apresenta dupla possibilidade metodológica: (a) a de perceber as lógicas de ação e as configurações sociais e históricas do fato narrado a partir de uma visão diacrônica; e (b) a de se constituir em um meio indiciário de compreender os contextos sócio-históricos nos quais os fatos se deram. Apresenta como possibilidade de registro das informações o discurso oral e a escrita.

     A História Oral tem na História sua área de origem. De acordo com Freitas (2002, p. 18), “é um método de pesquisa que utiliza a técnica da entrevista e outros procedimentos articulados entre si, no registro de narrativas da experiência humana” e tem como fonte prioritária de pesquisa a oralidade.

Na apresentação em slides que acompanha este resumo, encontram-se os conceitos destas perspectivas de pesquisa, uma tentativa de sistematização de suas aproximações e diferenças, bem como as referências bibliográficas.

Desde já convidamos todos os integrantes do GHEDA e os demais interessados a participarem. 

 
ALDER DE SOUSA DIAS
(Mestrando em Educação da Universidade do Estado Pará).

domingo, 6 de novembro de 2011

I Colóquio de História da Educação do Pará

     O GHEDA tem a honra de convidar a todos a participarem do I Colóquio de História da Educação do Pará, com o Tema: O Estado do Conhecimento em História da Educação do Pará.
O evento será realizado nos dias 29 e 30 de novembro de 2011 na UFPA. As inscrições podem ser realizadas até o dia 18 de novembro no site: http:www.iced.ufpa.br

Público-Alvo:
Alunos do curso de graduação em Pedagogia e alunos dos Programas de Pós-Graduação em Educação. Pesquisadores do campo da Educação, particularmente os que vêm realizando estudos em História da Educação. Alunos dos cursos de graduação e pós-graduação em História.

Confira a Programação

29/11

8h30 às 10h – Credenciamento, confirmação de inscrições

10 às 12h – Mesa de abertura: "O estado do conhecimento em História da Educação do Pará". Composição: Prof. Dr. Wenceslau Gonçalves Neto (Presidente da SBHE); Profª Drª Sônia Araújo (UFPA); Profª Drª Clarice Nascimento Melo (UFPA) Local


30/11 

 8h30 às 10h30 - Comunicações Coordenadas 

 10h30 às 12h – Exposição de fotografias "Histórias e memórias da educação no Pará através de imagens: práticas e experiências escolares no século XX" – Coordenação Profª MSc. Letícia Pantoja.


 14 às 15h30 – Reunião entre pesquisadores para planejar o II Seminário de História da Educação da Amazônia e constituir uma rede de pesquisas em História da Educação na Amazônia.
 


Comunicações Coordenadas

História, Educação e Cultura na Amazônia, sob a coordenação da Profª Drª Maria Betânia Albuquerque (GHEDA-UEPA).

História da Escola Normal do Pará (1870-1930), sob a coordenação da Profª Drª Maria do Perpétuo Socorro Avelino França (GHEDA-UEPA).

 História da Educação das Mulheres, sob a coordenação da Profª Drª Clarice Nascimento Melo.

 História da Infância desvalida no Pará do Oitocentos, sob a coordenação da Profª Drª Sônia Maria da Silva Araújo.

 Igreja e Educação na Amazônia, sob a coordenação da Profª Drª Maria Marize Duarte.

 História dos Movimentos Sociais e Educação na Amazônia, sob a coordenação da Profª Drª Maria Marize Duarte.

 História da Educação do Campo e de sua Política, sob a coordenação da Profª Drª Neila Reis.

 História da Infância e da Educação Infantil do Pará, sob a coordenação da Profa. Dra. Ana Maria Orlandina Tancredi.

 Memória da escola rural no sudeste do Pará, sob a coordenação da Profa. Ana Lúcia Bentes Dias.

 Intelectuais, discursos e História da Educação na Amazônia, sob a coordenação da Profa. MSc. Letícia Souto Pantoja.

 Historiografia e pesquisa educacional na Amazônia, sob a coordenação do Prof. Dr. Paulo Sergio de Almeida Corrêa.

 De vadios a aprendiz de marinheiro: educação militar e o papel do Arsenal da Marinha na formação da cidadania na Província do Grão-Pará, sob a coordenação da Profa. Dra. Shirlei Nogueira.

16h às 18h – Mesa de encerramento: "Histórias da Educação do Pará". Composição: Profª Drª Maria do Perpétuo Socorro Avelino França (UEPA), Profª Drª Irma Rizzini (UFRJ), Prof. Dr. Cesar Castro (UFMA) e Profª Drª Maria José Aviz do Rosário (UFPA).
Local: Auditório de Ciência Jurídica da UFPA

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Belém Seculo XIX (1870)

Belém do Pará em 1870. O olhar do artista registra em gravuras cenas urbanas: o mercado do Ver-O-Peso, o Teatro da Paz e uma lavadeira.


Fonte:
Gravuras reproduzidas no livro Brazil.
The Amazon and the Coast, de Herbet H. Smith. Charles Scribners Sons, New York, 1879.